domingo, setembro 23Campos Altos - Minas Gerais - Brasil

Vereadores Mirins discutem Projetos e pedem apoio a Câmara Municipal

Vereadores Mirins discutem Projetos e pedem apoio a Câmara Municipal

13 de agosto de 2018

Os jovens estão empenhados com a responsabilidade que assumiram como vereadores mirins da Câmara Municipal de Campos Altos. Os jovens representantes tem apresentando projetos relativo a cultura, a socialização dos jovens, apoio a pessoas carentes, além de outros assuntos de interesse da população foram abordados na tribuna pelos vereadores mirins.

Na 2ª sessão ordinária da Câmara Mirim, o vereador mirim Nilkliver, ressaltou o papel dos alunos no município como cidadãos e estudantes. Nilkliver aproveitou a presença dos alunos das escolas e destacou que são o futuro desta cidade devendo participar ativamente da democracia tanto na Câmara como no ambiente escolar. Disse também que a Casa do povo está de portas abertas e que como vereadores mirins, precisam de sugestões para cumprir melhor os seus papéis, podendo cobrar dos representantes os problemas da escola, rua ou bairro. Nilkliver explicou que precisam trabalhar em conjunto com os diretores, professores e funcionários, pois as verbas são escassas e nem sempre as escolas possuem condições de fazer sozinhas as manutenções necessárias, destacando que ninguém faz nada sozinho. O vereador mirim Nilkliver ressaltou que com uma participação efetiva no município, podem ter melhores expectativas para toda a cidade.

Já na 3ª Sessão Ordinária da Câmara Mirim, o vereador mirim Lucas Wilson Flausino, falou sobre o combate ao bullying nas escolas; projeto que foi votado e encaminhado a Presidente da Câmara, vereadora Cléia Maria da Silva para análise do projeto.
A vereadora mirim Camila Aparecida Ribeiro também usou a tribuna e trouxe como assunto o tombamento do cinema ou a disponibilização de um lugar para participação e integração dos jovens na arte, cultura entre outros.

Camila disse que a ideia foi sugerida pelos colegas de sua sala, tendo em vista, que o tombamento do cinema como patrimônio da cidade, considerado como a 7ª arte que fez parte da vida cultural dos campos-altenses ou na impossibilidade deste, um outro lugar de referida importância histórica. Camila ainda explicou que o objetivo do lugar seria a socialização através do resgate da cultura, um lugar para exposição de artes, dança, teatro, cinema, desfiles, eventos, festivais de músicas e outros; que os benefícios deste tombamento seria o desenvolvimento principalmente de jovens e adolescente em um ambiente saudável.