terça-feira, dezembro 11Campos Altos - Minas Gerais - Brasil

Coordenador faz esclarecimentos sobre transporte na área da saúde

O Chefe de Transporte da Saúde usou a tribuna após reclamações na Câmara Municipal.

O vereador Lãozinho recebeu uma reclamação de um cidadão e levou ao conhecimento dos demais vereadores na sessão ordinária anterior. A queixa se tratava de pacientes que receberam alta no hospital de Uberaba e não conseguiram transporte na Saúde de volta para Campos Altos. O vereador também fez cobranças a Secretaria de Saúde e ao responsável pelo transporte.

Atendendo ao convite da Câmara Municipal, o Sr. Luiz Galvão, Chefe de Transporte da Saúde, participou da sessão ordinária para esclarecer sobre as reclamações. Luiz disse que as reclamações não tinham fundamento e que em seus onze anos de trabalho no setor da Saúde jamais o município deixou de buscar um paciente que recebera alta, seja na cidade de Uberaba ou na região. Explicou que dependendo do horário da alta do paciente, o transporte busca no dia seguinte, frisando que preza com responsabilidade pelo descanso dos motoristas, para não colocar em risco tanto pacientes como motoristas, devido ao grande número de acidentes nas estradas.

Luiz Galvão trabalha como coordenador de transportes há cinco anos e a equipe nunca passou por acidentes graves. Como Coordenador da frota e da equipe de motoristas, Luiz Galvão informou que a Secretaria de Saúde conta com dezenove veículos e até duas semanas atrás a equipe era formada por quinze motoristas, mas com grande pesar perderam um grande companheiro, o Sr. Geraldo Rodrigues, que faleceu no início deste mês, e um funcionário que pediu férias e que talvez não volte ao serviço. Luiz Galvão, que também é motorista e viaja para atender as urgências e emergências, porém não é sempre que pode se ausentar devido a coordenação da frota na distribuição dos veículos.

A frota é composta por dezenove veículos, sendo uma moto que atende os serviços da farmácia básica e tendo nove ambulâncias à disposição: uma para Pronto Atendimento, seis  na urgências e emergências (quatro são para as urgências e duas mais novas reservadas para vaga zero), duas ambulâncias para consultas eletivas (pessoas acamadas ou deficientes que precisam de consultas ou fazer exames em outra cidade), uma Kombi que levam as pessoas para fazer hemodiálise, um micro-ônibus de 32 lugares, veículo que a Câmara Municipal ajudou a adquirir, e mais cinco automóveis sendo dois em bom estado de conservação e três precários, que mal estão conseguindo fazer as viagens para Araxá.

E assim, o Chefe do Transporte Luiz Galvão esclareceu todas as dúvidas e se colocou à disposição dos vereadores para dar quaisquer tipos de informações.