quarta-feira, agosto 21Campos Altos - Minas Gerais - Brasil

Vereador Luciano Haroldo faz manifesto sobre duplicação da BR 262

Não duplicação da BR 262 gera indignação em Campos-Altenses

O vereador Luciano Haroldo usou a tribuna parlamentar da sessão ordinária do dia 29 de julho de 2019 para demonstrar sua tristeza e indignação com os frequentes acidentes e mortes ocorridas na BR 262, que provavelmente não aconteceriam se a Triunfo Concebra tivesse cumprido o contrato e duplicado da rodovia como deveria. “Quero manifestar o meu descontentamento com esta concessionária e demonstrar o nosso descontentamento, dos demais vereadores, através de uma Moção de Repúdio à Triunfo, quero solicitar também ajuda à todos deputados federais que obtiveram votos em Campos Altos através de requerimentos, para que nos auxiliem nessa luta, e faremos também uma representação ao Ministério Público Federal. Vamos transmitir essas ações às demais cidades que margeiam a BR 262 para que façam o mesmo e se juntem a nós nesta empreitada. 

A empresa tinha um prazo de cinco anos para realizar a obra de duplicação da Br-262 no Triângulo, Alto Paranaíba e Centro-Oeste.

No ano de 2014 a Câmara Municipal obteve informações da concessionária Triunfo que a obra de duplicação seria finalizada em cinco anos, e o trecho Araxá a Luz que sempre foi a preocupação de todos, por ser mais complexo, estaria previsto para sua duplicação ser iniciada somente no quarto ano de obras; e até hoje o que tem construído são somente as praças de pedágio para arrecadação de taxas, além da pavimentação asfáltica da rodovia estar malconservada.

Embora muitos acidentes ocorram por imprudência dos motoristas, no trecho que compreende Araxá a Luz, considerado perigoso por acontecer muitos acidentes e muitos deles fatais, ceifando a vida de muitos campos-altenses, a duplicação da BR 262 amenizaria expressivamente a quantidade de acidentes e mortes.