sábado, outubro 23Campos Altos - Minas Gerais - Brasil
Shadow

Secretário e Profissionais da Saúde esclarecem dúvidas sobre a prevenção e tratamento da Covid-19


Em uma sessão produtiva e esclarecedora, a Câmara Municipal recebeu o Secretário Municipal de Saúde Elias Borges, Dr. José Reinaldo Médico da Estratégia Saúde da Família e a Enfermeira Daniela, responsável pelo setor de epidemiologia, a convite dos vereadores no dia 14 de junho de 2021 para falar das ações desenvolvidas pelo município de Campos Altos com relação à prevenção e tratamento da Covid 19.

O Secretário de Saúde Elias iniciou sua explanação falando dos cuidados que se deve ter para prevenir a covid-19 e sobre a conscientização das pessoas quanto a doença que o mundo enfrenta atualmente. O secretário citou os cuidados essenciais:

  • Lavar as mãos corretamente;
  • Ficar em casa quando possível;
  • Utilizar máscara de proteção facial;
  • Utilizar a etiqueta (antebraço) ao tossir ou espirrar;
  • Manter o distanciamento social;
  • Cuidados ao sair de casa para realizar compras.

Conscientização é mudança de hábitos e atitudes que podem salvar a própria vida e a vida do próximo. Segundo o Secretário Elias, desde o primeiro caso de coronavírus no município em março de 2020, a Secretaria Municipal de Saúde tem batido na mesma tecla, informando a população do assunto e das medidas de prevenção, mas Elias disse que muitos infelizmente não tomaram consciência da gravidade da doença e num ato de irresponsabilidade e desrespeito continuam se aglomerando e pondo vidas em risco.

Dentre muitos assuntos abordados, Elias respondeu também aos questionamentos feitos pelos vereadores na sessão ordinária do dia 31 de maio, que foi publicado na edição anterior do jornal. O secretário citou a contratação de mais 12 conscientizadoras ou fiscais, tema abordado pela Vereadora Dulce, e pediu a população e donos de estabelecimentos respeito e compreensão, pois muitas destas mulheres estão sendo desacatadas diariamente no exercício de suas funções.

Quanto ao questionamento do Vereador Diego sobre a possibilidade de realizar o teste rápido nos passageiros nordestinos que chegam nos ônibus lotados para trabalhar na safra de café, o Secretário Elias disse que a atitude culminaria como ato de preconceito e poderia ferir os direitos constitucionais de ir e vir do cidadão. O que o município tem feito é intensificar as ações de monitoramento desta população flutuante que venha apresentar sintomas, e que também é dever dos proprietários das fazendas ter consciência de que está trazendo estes trabalhadores e mantê-los isolados pelos dias recomendados, pois pode-se fazer o teste no dia da chegada, dar negativo, e no outro começar a ter os sintomas.

Ao Vereador Waltair Geladeira que perguntou sobre o protocolo de vacinação, Elias explicou que concorda que teria que priorizar aqueles que estão trabalhando nas atividades essenciais, mas que, o protocolo seguido é do PNO – Programa Nacional de Operacionalização e PNI – Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Quanto a volta das barreiras sanitárias em todas as entradas da cidade, o secretário disse que o principal objetivo da barreira era a conscientização relacionados a cuidados, estadia na cidade, dentre outros, pois ali só era medido a temperatura, porém, o Comitê de enfrentamento no momento achou melhor focar em outras ações de prevenção como monitoramento, ampliação dos critérios de testagem, atendimento precoce, para se ter mais êxito contra o avanço da doença.

A Enfermeira Daniela também fez uso da palavra e esclareceu aos vereadores e a população um pouco do trabalho do setor de epidemiologia no combate e prevenção a covid-19; rastreamento, isolamento e monitoramento de contatos de casos de covid-19.

* Identificar, isolar e monitorar os contatos próximos de casos confirmados de COVID-19;

* Identificar oportunamente possíveis casos de COVID-19 em indivíduos assintomáticos;

* Orientar a busca por atendimento médico precoce;

* Interromper as cadeias de transmissão, diminuindo o número de casos novos de COVID-19.

 Daniela ainda explicou a definição de contato próximo para também conscientizar a população:

* Qualquer pessoa que esteve em CONTATO PRÓXIMO a um caso positivo, a uma distância inferior de 1,5 metros, a partir de 2 dias antes do início dos sintomas ou para assintomáticos 2 dias antes do resultado de exame positivo;

* Contato físico direto (ex: aperto de mãos);

* Uma pessoa que esteve em um ambiente fechado (sala de reuniões, sala de aula) por 15 minutos ou mais, independente que esteja de usando máscara;

* Um profissional de saúde que cuide diretamente de casos positivo de COVID-19 OU trabalhadores de laboratório que manipulam amostras de um caso de COVID-19 sem EPI recomendado, ou uma possível violação do EPI.

A enfermeira ressaltou a dificuldade que às vezes encontram com alguns infectados que encobrem os nomes dos contatos próximos ou pessoas que negam ter tido contado com os infectados para não passar pelo isolamento que pode ser de 10 a 14 dias, conforme sintomas e critério médico. Daniela citou que muitos com 5 dias de isolamento fazem o teste particular para sair do isolamento, mas esse não é o critério correto, pois a pessoa tem até 10 a 14 dias para iniciar os sintomas. Daniela deixou uma mensagem em nome de todos profissionais da Saúde, pedindo a população respeito, gratidão, empatia, reconhecimento e valorização para continuarem na luta para minimizar os efeitos da pandemia e manter o otimismo e a perseverança, pois todos os profissionais estão dando o melhor de si; são meses trabalhando sem descanso, sem finais de semana, às vezes sem poder estar a com família e arriscando as próprias vidas.

Quanto ao tratamento da doença, Dr. José Reinaldo, defendeu o acolhimento precoce do paciente e aplicação das medidas sanitárias de segurança, pois o vírus atualmente é mais infectante do que no início da pandemia. Dr. José disse que esse trabalho envolve Prefeitura, Secretaria de Saúde, laboratórios, médicos, enfermeiros que tem realizado um excelente trabalho, auxiliares da saúde que são os anjos de guarda destes pacientes por estar em contato direto com eles. Dr. José frisou a importância de o paciente entrar em contato com a unidade de saúde mais próxima ao sentir qualquer sintoma, mesmo aqueles com doenças crônicas, pois o prognóstico pode ajudar no tratamento da pessoa.

O Presidente da Câmara Municipal, Vereador Jonnas agradeceu a presença de todos e também do Prefeito Paulo Almeida e perguntou ao Secretário se há algum recurso para ajudar as famílias de baixa renda na compra de medicamentos para o tratamento da covid-19; e foi esclarecido que não há recurso específico para isso, a verba vem direcionada para as ações de enfrentamento e combate a pandemia.

O Vereador Jonnas também questionou sobre a possibilidade de destinar provisoriamente um dos PSF’s para atendimento exclusivo aos pacientes que testaram positivo para covid, afim de evitar a circulação no mesmo ambiente de pessoas infectadas com as que que não contraíram o vírus. O Secretário Elias ressaltou que a criação de um centro covid sempre foi seu objetivo desde o início, mas não foi possível pela falta de profissionais; não há médicos para contratar, e essa não é uma dificuldade somente do município de Campos Altos, mas de toda macrorregião, mas mesmo assim, os profissionais tem todo cuidado de alternar os horários de atendimentos aos infectados nas unidades de saúde.

Elias deixou seus agradecimentos aos profissionais, heróis da saúde que se dedicam incansavelmente pela recuperação dos pacientes e deixou seus cumprimentos a todas as famílias enlutadas de Campos Altos, que o consolo do Espírito Santo preencha o vazio de cada coração.

Ao final da sessão, ambos os vereadores parabenizaram ao Secretário Elias, ao Dr. José Reinaldo e a Enfermeira Daniela pelo esclarecimento, agradeceram pela presença e pelo trabalho de excelência que a população tem recebido durante a pandemia.

Deixe um comentário