sábado, outubro 23Campos Altos - Minas Gerais - Brasil
Shadow

Parque Estadual dos Campos Altos terá plano de manejo

Agência Minas

O Parque Estadual dos Campos Altos, localizado no município de mesmo nome, no Alto Paranaíba, está prestes a ganhar um plano de manejo, iniciativa do Instituto Estadual de Florestas (IEF), órgão do Governo de Minas que administra a unidade de conservação.

Oficinas realizadas entre os dias 9 e 12/8, com participação popular e de organizações, deram novos passos para a consolidação do estudo. O trabalho está sendo realizado de forma remota. As oficinas reúnem um total de 31 convidados, inclusive servidores do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e da unidade de conservação.

Documento técnico, o plano de manejo tem fundamento nos objetivos gerais de uma unidade de conservação. Por meio dele, são definidos zoneamento, normas que devem orientar o uso da área e manejo dos recursos naturais, incluindo também a implantação das estruturas físicas necessárias à gestão da unidade. 
O plano está sendo desenvolvido conforme nova metodologia proposta pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Natureza (ICMBIO), adotada pelo IEF.

Novidades

O novo modelo incorpora o conhecimento atualmente existente sobre o parque, e é elaborado de forma participativa, com a presença de produtores rurais e representantes de diversos setores da sociedade do entorno das unidades de conservação. Sua criação é mais ágil, sendo feita em menor tempo e custo.

Também participaram da oficina representantes do Conselho Consultivo da unidade; da Universidade Federal de Viçosa – Campus de Rio Paranaíba; da Prefeitura Municipal de Campos Altos; da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Minas Gerais (Emater-MG); moradores do entorno; Rotary Club; Associação de Produtores Rurais de Córrego Danta; professores da rede pública; Associação de Cafeicultores; Consultoria Ambiental GG Agronegócios, além da equipe da empresa responsável pela realização das oficinas, a STCP Consultoria, Engenharia e Gerenciamento, de Curitiba. 

Cronograma

O gerente do Parque, Rubens Maciel Capuzzo, explica que após concluídas as oficinas, os relatórios serão compilados pela empresa responsável pelos trabalhos.

Em sequência, será feita reunião com o IEF para definição do conteúdo do plano. “Após essa reunião, a empresa deve elaborar uma primeira versão, que será analisada pelo IEF. Em seguida, uma segunda versão será apresentada ao Conselho Consultivo do parque para conhecimento e, posteriormente, submetida à Câmara de Proteção à Biodiversidade e de Áreas Protegidas (CPB) do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) para análise, inclusão de alterações sugeridas e aprovação.

O parque

O Parque Estadual dos Campos Altos foi criado em 2004 e possui 782,67 hectares de área. Ele protege um significativo remanescente florestal, onde é possível encontrar espécies vegetais de grande porte como o jequitibá-rosa, a canela-sassafrás, a peroba-rosa e outras. 

Mais de 200 espécies de aves já foram catalogadas na unidade, como o tapaculo-de-brasília, a andorinha-da-mata e o pavó, além de mamíferos como a onça-parda, o tamanduá-bandeira e o queixada, entre um total de 23 espécies até então reconhecidas. Todas elas são ameaçadas de extinção a nível nacional ou estadual.

Deixe um comentário